Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

...o avesso de mim!

Eu achava-me aparentemente normal, até descobrir...

Bando de indignos...

...parasitas de uma sociedade!

image_content_2316305_20190630192324.jpg

É isto...o título já quer dizer tudo!
Fico enojado, passam por mim os mais diversos e horrendos pensamentos, quando nos chegam notícias a dar conta de agressões gratuítas quer em contexto de violência doméstica quer em contexto de violência contra seres indefesos!
A televisão é no meu caso o meio pelo qual me chegam este tipo de notícias!
Por estes dias, as agressões ao motorista de um autocarro que dias antes havia chamado a polícia porque uma passageira não estava a cumprir com as regras impostas! Regras estas básicas, simples e que fazem parte do saber viver em sociedade! A estes agressores o que mereciam? Igual tratamento...
Ainda na semana passada, um idoso que agrediu a esposa e filhos sendo depois acometido de um ataque cardíaco! Sabem lá vocês o quanto repeti para mim mesmo de que ter morrido foi bem feito, pena foi não ter morrido no momento em que levantou o ferro ao alto!
Tantas vezes se ouve, assaltos a idosos na própria casa e que ainda os espancam! Como é que é possível, bater em seres indefesos? Matar quem não tem como se proteger? 
Para mim, o melhor castigo seria, com ferro matas, com ferro morres!
Para mim...,
Quem rouba, cadeia e trabalhos forçados!
Quem agride de forma gratuíta, linchamento em público, cadeia e trabalho forçado!
Quem mata, depois do crime comprovado, o enforcamento!
Chega de indignos, chega de parasitas, chega de gente sem escrúpulos, chega...
E que não venham as associações dos direitos humanos fazer valer os ideais de que os reclusos merecem boas condições nas cadeias, porque o que se vê é que estes para além de acederem às drogas, até telemóveis conseguem ter dentro das celas!
Relembro vezes sem conta, na sorte, sim sorte, do Renato Seabra ter cometido um crime nos EUA! Assim levou com a pena mais pesada na pior cadeia e nas piores condições! E continuo a dizer que foi sorte, pois de alguma forma a morte do cronista social, acabou por ser vingada. É que se fosse aqui, em Portugal, depois das vígilias que foram feitas à altura dos factos e do ódio que se levantou pelos facto do cronista ser homossexual, de certeza que o Renato nem condenado teria sido!
Eu sei, com isto poderei revelar uma personalidade vingadora, contudo fico 'doente' com este tipo de situações!
Basta de violência, basta de justiça branda, basta deste sucessivo cruzar de braços, chega de assobiar para o lado!
Mudem a política, mudem as leis, carreguem nas penas, ajam...que se faça mais, muito mais pela nossa sociedade!
BASTA! CHEGA!

Metes-me nojo

Na-comarca-de-Caratinga-são-1600-inquéritos-em-a

Metes-me nojo!

Metes-me nojo como ser humano!

Sim tu...não imaginas o asco, o fastio, a náusea!
Tu que usas da força, ousas levantar a mão a um ser indefeso!
Tu que te lanças sobre um ser indefeso e despejas toda a tua raiva, digo-te, enfia essa raiva no...
Tu sabes bem onde a deverias enfiar!
Repugnas-me, porque não conseguiste controlar-te!
Causas-me repulsa, porque infelizmente agrediste!
És grotesco, bateste, pisaste, fizeste sangrar, mataste...
És um animal!
E tu sabes disso...
Mas não te envergonhas perante uma sociedade inteira que te acusa e recrimina!
És lixo, és podridão!
Não ousaste enfrentar um semelhante a ti, preferiste antes mostrar a tua força num ser indefeso!
Não viraste as costas, não procuraste ajuda, não pensaste sequer duas vezes, simplesmente mataste!
Mais uma vez, és lixo, não mereces sequer que falemos de ti, merecias antes apodrecer na prisão!
Justiça cega esta que não condena na mesma moeda!
Justiça cega que ainda ousa em dar-vos razão, como se matar ou simplesmente agredir uma mulher tenha uma desculpa plausível!
Sim tu ser ignóbil, metes-me nojo!
És um nojo!

 

No dia de todas as mulheres, um grito de revolta!

Basta! Basta de violencia doméstica!
Não podemos calar a voz!
Chega de silêncio!

Violência doméstica

pf2015_LuxW174_BGuimaraes-0224.jpg
Uma foto, Bárbara Guimarães!
Recuso-me a partilhar a outra foto, o outro lado de uma vida de sofrimento!
Uma novela da vida real que começou à alguns anos, aquando da denúncia da apresentadora de violência doméstica por parte do ex-marido!
Começava aí uma novela que encheu páginas de revistas, fazendo mesmo parte da crónica social de muitos programas de televisão.
Lembram-se?
À altura dos factos eu próprio pensara para mim, entre marido e mulher não se meta a colher e muito embora o carinho pela apresentadora me levasse sempre a criticar o acusado, tive para mim sempra aquele sentimento de que ele também teria alguma razão nas muitas denúncias que fez e lançou a público!
O processo arrastou-se por meses e anos, até que o ex ministro da cultura foi acusado e condenado.
Contudo neste tempo todo sempre me fez espécie o facto do filho mais velho de ambos ter preferido ficar com o pai e não com a mãe!
Até que ponto as acusações de alcóolismo, violência sobre os filhos, que o ex ministro lançara sobre Bárbara fariam de facto sentido?!
Hoje, passou uma reportagem no jornal da noite na TVI em que são feitas revelações sobre os factos ocorridos aquando do auge deste processo! Para além de alguns testemunhos, presenciamos algumas imagens de um ex-marido completamente desiquilibrado, usando os filhos como escudo numa disputa com a apresentadora!
Como é que ele foi capaz?
Mais...na altura surgiu a notícia de que a Bárbara teria abandonado os filhos em casa numa certa noite!
Pelas imagens de uma câmara de videovigilância, vemos o ex marido da apresentadora, entrar em casa desta onde a partir do local ligou para a linha 112 para fazer a denúncia de que a mãe dos seus filhos os abandonara. Percebe-se na gravação da denúncia, que a voz dela surge de repente, estaria a dormir com o namorado no sotão!
Mas onde pára o maquiavelismo deste homem?
Durante anos, não mais se ouviu falar deste caso, apesar de se saber que o filho mais velho de ambos terá sempre preferido ficar com o pai. 
Soube-se agora que o filho acusou o pai, de no passado mês de Novembro o ter agredido! Existe uma acusaçao feita!
Mas usar os filhos como escudo, deixa-los à mercê de um agressor, não é também promover a violência contra os mesmos?
A justiça funciona mesmo em Portugal?
De momento Bárbara atravessa um período complicado devido a um cancro que a afecta, não precisaria de ver reavivadas estas memórias, contudo sabe-se que o processo contra o ex marido voltou aos tribunais!
Talvez desta vez seja condenado a sério!