Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

...o avesso de mim!

Eu achava-me aparentemente normal, até descobrir...

Metes-me nojo

Na-comarca-de-Caratinga-são-1600-inquéritos-em-a

Metes-me nojo!

Metes-me nojo como ser humano!

Sim tu...não imaginas o asco, o fastio, a náusea!
Tu que usas da força, ousas levantar a mão a um ser indefeso!
Tu que te lanças sobre um ser indefeso e despejas toda a tua raiva, digo-te, enfia essa raiva no...
Tu sabes bem onde a deverias enfiar!
Repugnas-me, porque não conseguiste controlar-te!
Causas-me repulsa, porque infelizmente agrediste!
És grotesco, bateste, pisaste, fizeste sangrar, mataste...
És um animal!
E tu sabes disso...
Mas não te envergonhas perante uma sociedade inteira que te acusa e recrimina!
És lixo, és podridão!
Não ousaste enfrentar um semelhante a ti, preferiste antes mostrar a tua força num ser indefeso!
Não viraste as costas, não procuraste ajuda, não pensaste sequer duas vezes, simplesmente mataste!
Mais uma vez, és lixo, não mereces sequer que falemos de ti, merecias antes apodrecer na prisão!
Justiça cega esta que não condena na mesma moeda!
Justiça cega que ainda ousa em dar-vos razão, como se matar ou simplesmente agredir uma mulher tenha uma desculpa plausível!
Sim tu ser ignóbil, metes-me nojo!
És um nojo!

 

No dia de todas as mulheres, um grito de revolta!

Basta! Basta de violencia doméstica!
Não podemos calar a voz!
Chega de silêncio!

Há festa na cadeia...

"Ora, se tenho roupa lavada,  comida à mesa, umas boas horas para dormir, consigo fumar umas ganzas, tenho o meu telemóvel e ainda vejo televisão, de que mais preciso eu? Roubar, matar, agredir e depois...passo uns bons anos a viver às custas do estado, como quem diz, do povo Português que se mata a trabalhar! Isto é que é boa vida meus amigos!" (Fictício)


img_818x455$2019_02_09_23_06_34_820080.jpg


Este deve ser o pensamento da maioria dos criminosos que predominam neste nosso país que está bom para todos, menos para quem realmente trabalha!
Por estes dias, mais uma vez saíu uma notícia sobre a vida dos reclusos das cadeias do nosso país!
O uso de telemóvel que todos sabemos, é proíbido, é usado pelos reclusos e muitas são as fotografias e os vídeos que chegam ao exterior realizados por estes! O que nos leva a questionar que tipo de segurança existe nas cadeias?! Como recebem os reclusos estes aparelhos?!
A vida lá dentro, tem tudo, menos o ar desgraçado como certas cadeias ao exemplo de outros países! Eles fazem festas, eles bebem, eles filmam, vêem televisão nas celas, uma vida de lorde sustentada por todos nós!
Infelizmente muitos deles mataram, roubaram e agrediram e as vítimas apenas pediram justiça! Mas é esta a justiça?
Relembro um caso polémico, Renato Seabra matou Carlos Castro, um cronista social Português!
À altura dos acontecimentos, muitas foram as vigílias que se fizeram em torno do sucedido como que a pedir a libertação do agressor, que coitadinho, perdeu as estribeiras! A sério minha gente?
Aquilo não foi agressão por ter sido vítima de abuso ou chantagem, foi mesmo doidice, abuso, alucinação ou sei lá mais o quê que lhe queiram chamar. Felizmente foi julgado lá fora e vejam só onde está? Numa das piores cadeias dos EUA! Mas que gozo me deu... Com tanta vigília se fosse cá nem na cadeia teria entrado! Agora sofre e há-de sofrer com as condições precárias com que lá vive! Se mereceu? Claro que sim...pelo menos está a pagar bem caro pelo que fez!
E se fosse cá em Portugal? Façam a reflexão!
Falei deste caso como termo de comparação à justiça cega que temos tanto nas leis que aplica como principalmente na forma como trata os reclusos, parecem reis!
Eu questiono-me muitas vezes, não haverão pedreiras no interior do país para os colocar a partir pedra? As florestas não precisam de ser limpas?
Façam-nos trabalhar, no duro! Façam-nos perceber que matar, roubar ou agredir, não é e nem nunca foi sinónimo de uma vida tranquila atrás das grades, porque para muitos estarem privados da liberdade não é castigo!
Eles fazem a festa dentro das cadeias, gozam com o nosso dinheiro e mais...controlam o que se passa no exterior!
Inadmissível meus caros ministros e afins!