Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

...o avesso de mim!

Eu achava-me aparentemente normal, até descobrir...

O meu São João!

E a vida corre a um ritmo alucinante, estamos práticamente a meio do ano, falta apenas outro meio para abraçarmos 2020! Assusta, não?
Cá estamos nós de novo na festa mais emblemática da cidade do Porto, aquela que oferece aos portuenses a noite mais longa, de martelo numa mão e com o alho porro na outra o povo da cidade e arredores acorrem à baixa onde se deixam contagiar pela diversão! 
É São João!
Para muitos é a festa da alegria, popular e democrática, desconhecem muitas vezes que o santo nem é padroeiro da cidade! Contudo é o que lhe dá mais brilho e como bons portugueses que somos, se há festa...bora lá!
Longe vão os anos em que íamos à baixa da cidade ver a festa e o fantástico fogo de artíficio, percorríamos quilómetros a pé, até porque a tradição que sabe-se lá de onde veio, dizia que deveríamos percorrer a zona beira rio, passando pela foz até à entrada de Matosinhos. 
O engraçado nestas noites, para mim pessoalmente, a interacção bem animada entre as pessoas, dando marteladas uns nos outros, que parvoíve para quem não conhece, mas depois de estarem na festa é só deixarem-se levar pelo espírito!

martelos-sao-joao-porto.jpg

No ano passado jantamos com a família e rumamos ao centro de Vila do Conde com uns amigos, digamos que também se festeja o São João por aquelas bandas, mas a uma escala bem menor, contudo menos confusa!
Este ano ainda não sei bem, apenas está combinado o jantar em casa com a família, onde a sardinha assada será rainha para muitos, mas para outros tantos como eu, venha a entremeada assada na brasa ou a coxa de frango! 
Adoro estar em família, apesar de que hoje vamos trabalhar, vamos chegar quase em cima da hora do jantar, contudo, conto em usufruir ao máximo!
Depois do jantar, não sei mesmo o que vamos fazer, pois amanhã é dia de trabalho!
Bom São João!

No cinema... Aladdin

Fomos ao cinema!
Aproveitamos a folga de um de nós e fomos ao cinema, esta quinta-feira à noite, feriado, estava calmo o shopping!
Ainda não tinhamos decidido que filme escolher, chegados à bilheteira, achamos que nos iríamos entreter com Aladdin! E não poderíamos estar mais correctos, o filme foi muito engraçado!
Quem já conhece a história?

"Aladdin (Mena Massoud) é um jovem ladrão que vive de pequenos roubos em Agrabah. Um dia, ele ajuda uma jovem a recuperar um valioso bracelete, sem saber que ela na verdade é a princesa Jasmine (Naomi Scott). Aladdin logo fica interessado nela, que diz ser a criada da princesa. Ao visitá-la em pleno palácio e descobrir sua identidade, ele é capturado por Jafar (Marwan Kenzari), o grão-vizir do sultanato, que deseja que ele recupere uma lâmpada mágica, onde habita um gênio (Will Smith) capaz de conceder três desejos ao seu dono."

Se procuram um pouco de diversão aconselho a saírem de casa este fim de semana para ver Aladdin!
Confesso não ter visto a banda desenhada que data já dos anos 90, contudo fiquei a gostar do filme e sem dúvida alguma que se entretém os graúdos, imaginem então os miúdos?!

Ponte móvel

ponte-movel2.jpg

Já aqui tinha falado desta ponte!
Esta é a Ponte móvel de Leça, situa-se no porto de Leixões, e tem como objectivo ligar duas margens do porto, mais concretamente Matosinhos a Leça da Palmeira, dando acesso à doca nº 4, mas também levantar para os navios poderem navegar através dela. É um importante meio de ligação, pois se tal não existisse não seria possível a travessia do porto com tanta facilidade.
Esta ponte veio substituir uma antiga existente no mesmo local, sensivelmente com doze anos de vida pelo que me lembro é já a terceira vez que se encontra avariada!
Ora como já tinha comentado convosco, este era o meu caminho diário para me deslocar para o trabalho, agora e enquanto não a reparam, sou obrigado a passar pela vulgarmente chamada de Ponte Grande que fica a montante desta! 
Confesso que o desvio não é a principal problemática que encontro, mas antes o trânsito que se acumula em horas de ponta! Percursos de dez minutos, levo muitas vezes quase quatro vezes mais!
Uma obra de engenharia imponente, tem o direito a avariar claro está, mas tantas vezes assim?
Felizmente que para quem a atravessa a pé, foram colocados autocarros gratuítos à disposição!

 

Mariza cantou e encantou!

Este é um amor para a vida toda!

Mariza, a fadista, que já nos provou ser uma grande artista internacional, de forte originalidade e de enorme talento, de quem muito há que esperar no futuro, esteve este sábado na praceta Vasco da Gama em Vila do Conde para dar um concerto naquela que se chama a noite do fado Vila Condense!

Mariza confessou-nos em palco, completar 20 anos de carreira no próximo ano, não sendo este o número de anos que a sigo serão certamente muitos mais se os contarmos daqui para a frente! Pois se de início mal ouvia Mariza, de um momento ao outro o seu fado começou a fazer sentido em mim e hoje tenho-a para mim como um ídolo!

A menina de Moçambique criada no bairro popular lisboeta da Mouraria apropriou-se das raízes da sua cultura musical e converteu-se numa artista universal capaz de se abrir ao mundo sem perder a consciência intensa da sua identidade portuguesa. 

E o seu repertório, embora permaneça firmemente ancorado no Fado clássico e contemporâneo, expandiu-se para incluir mornas cabo-verdianas, clássicos do Rhythm & Blues e quaisquer outras melodias que lhe sejam queridas.

Mariza, mais uma vez cantou e encantou! 

Habituados que estamos a vê-la em recintos fechados como o Coliseu do Porto ou o Pavilhão Multiusos de Guimarães, desta vez ao vivo num espaço aberto, voltou a não decepcionar os fãs com o seu talento brilhante!

Adoro Mariza, e vocês?

(O vídeo foi gravado por nós!)

Abomino...

image.jpg

Dizer que abomino não é exagero!
E existe tanta coisa que abomino, principalmente quando se tratam de injustiças para com quem é de bem!
Abomino o crime, do pequeno furto ao homicídio, abomino gente que se acha mais que o vizinho, abomino o abandono, a pedofilia e muito mais teria que escrever! Contudo hoje venho partilhar uma situação que aconteceu comigo na semana passada! E sim fiquei tão enfurecido...
A história é muito simples! Na cidade onde trabalho, o estacionamento é coisa escassa, ou melhor, existe muito estacinamento mas com parquímetro, o que me levaria o dinheiro todo do mês caso me decidisse a estacionar nesses locais! Assim vejo-me obrigado, quando tenho um horário em que entro a meio da manhã, a procurar estacionamento mais longe num terreno de terra batida onde sabemos que, como a câmara ainda não se decidiu a explorá-lo, podemos ali estacionar sem termos que pagar.
Acontece que, como em todo o lado, tem que existir os vulgarmente chamados de arrumadores! Nada contra eles, se não me chateassem...
O parque é grande e eu fujo deles, mas tal e qual ratazanas vem a correr atrás do carro sem eu lhes pedir ajuda, pois graças à minha mãe, tirei a carta há 20 anos e aprendi na devida altura a fazer as manobras de estacionamento! Acabo sempre por estacionar o carro sozinho, mas estes ditos arrumadores pedem sempre a moedinha para a droga, para comer, sei lá, para o que quiserem!
Mas... Eu não dou! Recuso-me a alimentar-lhes o vício! Até que seja apenas para comer, eu recuso-me!
Primeiro porque também eu conto as moedas para o meu café na empresa, depois porque já estive desempregado e procurei sempre sair daquela posição e ainda porque não tenho que dar dinheiro a desconhecidos! Para além de que todos os dias teria de dar a moedinha! Não, não dou! Recuso-me!
Não, não sou insensível, até porque sou muito solidário! Costumo ajudar com o IRS, uma instituição, antigamente ajudava quando as instituições pediam à porta dos hipermercados e depois às vezes ajudo uma família que eu conheço e passa necessidades!
Portanto neste caso específico recuso-me a ajudar quando sabemos até que ali trata-se de alimentar o vício da droga ou do tabaco!
Vá mas vamos ao que aconteceu...
Estacionei no referido parque e vejo ao longe os arrumadores, fugi deles!
Assim que fiz a manobra de estacionamento, desligo o carro e apercebo-me que o arrumador já se encontra atrás de mim! Confesso, mudei de cor mas mentalizei-me que não iria ser mal educado para com o homem, simplesmente não iria aceder a qualquer pedido!
Saio do carro e sou desde logo interpelado!
- Bom dia! (Aprecio a boa educação deles!)
-Bom dia! (Respondi!)
-Não tem uma moedinha?
-Não, não tenho...
O diálogo como vêem foi muito simples e segui o meu caminho! Na minha cabeça apenas pairava o medo que me fizessem mal ao carro, mas atrasado como estava decidi-me a deixar ali a viatura!
Ao final da tarde, ao chegar perto do carro, contornei-o para ver se estava tudo bem e felizmente não vi nada de riscado, nem os pneus vazios!
Entro no carro e saio do estacionamento!
A caminho de casa e como havia chovido durante o dia, liguei as escovas e qual não é o meu espanto quando me apercebo que uma delas estava solta, completamente caída nas grelhas do capôt do carro!
Assustei-me com o barulho que fez o roçar do ferro no vidro, desliguei as escovas e esperei chegar a casa para resolver a situação!
Não gostei! Acredito que tenha sido o dito arrumador num cenário de vingança por não lhe ter dado a moedinha!
Mas, a sério, porque não procuram trabalho? Ou peçam ajuda à segurança social! Contudo deixem-nos viver a nossa vida em paz e sossego! Não nos estraguem, o que com suor nos custou a pagar...
Descontente e enfurecido com esta situação liguei com a polícia local que se mostrou interessada no relato que fiz da situação, mas que no fim só foi capaz de me informar:
-Temos conhecimento de diversas situações idênticas, mas que podemos fazer? Se vamos aos locais, eles fogem! Viramos costas, eles regressam!
E prendê-los à segunda vez que os apanham em flagrante a incomodar os condutores? Ou já legalizaram a profissão de arrumadores e eu não sabia?
Assim está o nosso país, a nossa sociedade!
Abomino por completo este constante abuso das pessoas! 
Procurem trabalho e deixem-nos em paz!

Ó Sr. de Matosinhos...

"Ó Senhor de Matosinhos 
Ó Senhora da Boa Hora 
Ensinai-nos os caminhos 
P'ra sairmos daqui p'ra fora!"

senhor-de-matosinhos.jpg

Por estes dias, prestes a terminar, temos as festas em honra do padroeiro da cidade de Matosinhos!
Hoje mesmo temos o feriado municipal, onde eu, nem por trabalhar na cidade tenho direito ao feriado, vou trabalhar!
Conhecem esta romaria?
Dizem ser, umas das maiores do norte, e na verdade é das que mais gosto de percorrer.
Este ano fomos à festa umas quatro vezes, sózinhos, com amigos e com familiares, fizemos o pleno e julgo que chega! Pois destas quatro vezes acabamos sempre por comer qualquer coisa, farturas, churros ou o tão gostoso pão misto com chouriço! Mais uns tantos e acabo a rebolar...
No sabado passado foi a noite do fogo de artíficio, onde a cidade se torna bem pequena devido ao número de pessoas que ocorrem à festa para ver o céu iluminado, bem ali por cima do Porto de Leixões! Confesso que gosto de ver, mas este ano e porque domingo trabalhei, acabamos por não ir!
Este ano fiquei com a impressão que no que diz respeito aos feirantes, apresentaram-nos produtos velhos, ou serei eu que cada vez menos ligo a este tipo de artigo? Juro que não compramos nada...nada mesmo!
Aprecio o manter de tradições e hoje mesmo, feriado por cá, teremos da parte da tarde o fogo preso, pelo menos costuma ser tradição!
Um dia destes partilharei a lenda, que deu o mote às festas da cidade!

Dia de Portugal

2aa87a326135a9a6b086f4c02bf7c246-10 de Junho -dia

Hoje é o dia de Portugal, hoje é o nosso dia, dos Portugueses!

Mas, será que estamos conscientes da importância deste dia?
A maioria não lhe dá o devido valor, se formos a medir pelos que ocorrem às urnas na altura de decidirmos o futuro de Portugal!
Aliás, acredito que a julgar pelo nível de abstenção nas eleições europeias, poucos serão os que realmente se importam com o nosso país!
Mas se falarmos de Selecção Nacional (que orgulho, conquistamos ontem a liga das nações), todos colocam a mão ao peito e gritam o hino alto e bom som!
Bem, mas toda esta revolta porquê C.C.? Perguntam vocês!
Eu respondo...
Não vai há muitos anos passamos por uma crise profunda, da qual muitos ainda hoje não se conseguiram levantar! 
Na altura, quem nos deu a mão? 
A Europa claro...
Mas de que forma o nosso país agradeceu toda a ajuda? Com o elevado e vergonhoso nível de abstenção nas eleições europeias! 
Eu fiquei triste por não ter tido uma resposta atempada por parte da Junta de Freguesia para poder exercer o meu direito de voto antes das férias, pois estive ausente do país durante as eleições, mas tentei votar antes, aliás desde que me foi concedido o direito de votar que não tenho falhado eleições ou referendos!
Nunca preteri a cidadania em prol de outro prazer qualquer, mas pelo que soube o calor fora demasiadamente convidativo a umas braçadas na praia e a Europa levou assim um virar de costas abismal por parte dos eleitores Portugueses!
Hoje é o dia de Portugal, falar portugês não chega meus caros, então deixo a pergunta, que exemplo deixamos às próximas gerações?

Por Orleães

20190526_142919.jpg

Na nossa viagem a França, no penúltimo dia, levaram-nos a dar uma volta por Orleães onde visitamos a Catedral local!
A Catedral de Orléans fica no centro de França, no Vale do Loire, e a sua história conta-se também a par da história de Joana d’Arc. Foi construída entre 1278 e 1329 e entre 1601 e 1829, depois de ter sido parcialmente destruída em 1568.
A também chamada de Basilique Cathédrale Sainte-Croix d’Orléans é a uma catedral de estilo gótico,com bonitos vitrais que contam episódios da história francesa, nomeadamente de momentos que envolvem Joana d’Arc – há também uma estátua branca e sino que tem o seu nome. Segundo reza a história, a heroína Joana d’Arc esteve nesta catedral a 2 de maio de 1429, quando existia o cerco à cidade de Orleães.
Ficamos encantados pela imponência do monumento e pela sua beleza tanto interior como exterior!

20190526_152027.jpg20190526_141606.jpg20190526_150859_001.jpg
Por fim, fomos dar uma caminhada ao longo do rio Loire!
Este rio continua intocável à mão do homem, portanto encontramo-lo ainda no seu estado selvagem, talvez para manterem toda a sua fauna e flora intacta!

20190526_143848.jpgNão estava prevista esta visita, aliás de previsto estava apenas o Mont Saint Michel na Normandia, tudo o resto que já partilhei e esta visita por Orleães foram extras que apreciamos imenso!
Saír do nosso país, conhecer novas culturas, novos locais, não existe nada mais encantador!

Mudar de casa #9 - Na casa da mãe!

20190521_102948-02[1612].jpeg

Passaram já mais de duas semanas desde que fechamos a porta do nosso apartamento!
No primeiro sábado das nossas férias, passamos o dia com as mudanças, custou tanto, mas no fim, ver a casa vazia deixou um sentimento agridoce, o bom de vermos o sonho em andamento, mas o mau de vermos uma casa vazia e doze anos de história que ali se enclausuraram!
A adaptação em casa da minha mãe está a ser excelente, ainda com certas arestas por limar, mas tudo se encaminha no bom sentido! O que era um problema para mim deixou de o ser e hoje já nos sentimos como em nossa casa! Se bem que nunca é como a nossa casa...
Ainda nos falta assinar as escrituras que espero aconteça até ao final do mês, ando tão ansioso por poder estudar o progecto com o arquitecto!
É só mais algum tempo...para começar a ver tudo em andamento!